Iluminando a casa: ideias para uma bela iluminação embutida

O post de hoje é dedicado às luzes! Luzes essas que nos deixam cheios de dúvidas na hora de montar a casa nova. Como fazer? Embutir ou não embutir? Fazer luminária no próprio gesso ou não? Será que vai iluminar bem? Será que vai iluminar muito? Bom, passei por todos esses questionamentos recentemente e, como achei o resultado bastante positivo, resolvi compartilhar o aprendizado com vocês.

Primeiramente, luminárias no gesso: valem super a pena. Dão um visual moderno, iluminam bem, dá para usar tanto para decoração quanto para fins funcionais e são até bem simples de fazer (para o gesseiro, é claro). Quando comecei a pesquisar sobre esse tipo de iluminação, vi muita gente falando que em local com pé direito baixo não ficava legal. Mesmo assim arriscamos. Nosso pé direito é 2,40 e o resultado ficou muito bom.

Nesse rasgo que fizemos, as lâmpadas podem ser colocadas dos dois lados. Por enquanto colocamos apenas de um lado com receio de ficar iluminado demais. Até agora, funciona muito bem. Optamos por colocar ao longo do sofá com o objetivo de ser uma iluminação que servisse para uma leitura, por exemplo, ou para qualquer outra necessidade focada nesse ponto da sala. De início, ficamos na dúvida se de fato esse objetivo seria atingido. Pois foi e muito bem! A luz amarela ficou legal porque ilumina o suficiente, mas deixa um clima mais aconchegante. Então, #ficaadica da luz amarela para esses ambientes. Dá um toque legal na decoração e não prejudica a iluminação (claro se a intenção não é ter iluminação plena do local).

Iluminação - Rasgo de gesso no teto

Fica a dica também de se preocupar deixar espaço suficiente para deixar a fiação e as lâmpadas bem escondidas no gesso, principalmente se você vai colocar um espelho na parede logo abaixo da iluminação. O espelho acaba refletindo o que está dentro do gesso e visualizar as lâmpadas e os fios perde metade da graça. Fica legal não.

Outra dica legal são as lâmpadas em si. Se puder, porque é mais caro, apostem nas lâmpadas de led. Elas duram mais, gastam menos, não precisam de reator e iluminam super bem! Colocamos tanto na sala quanto na cozinha, mudando apenas a temperatura da lâmpada. Na cozinha elas são brancas e a iluminação fica excelente!

Spots em cima do rack perto da TV são quase um clássico já, né? Mas elas de fato dão um toque legal e não prejudicam a TV, dependendo da posição em que são colocadas. Nós resolvemos colocar 2 spots de cada lado, mas de forma que eles não ficassem em cima da televisão. Além disso, a gente direcionou a luz deles para distante da TV. O resultado é que a gente consegue assistir alguma coisa sem nenhuma interferência da luz dos spots. É claro que não é como ver TV com tudo apagado, mas a questão é que a luz não reflete na tela e nem atrapalha em nada. Em algumas situações você vai querer ter as luzes ligadas e assistir um show, sei lá. Então é importante pensar nisso.

Iluminação - Spots Rack TV

Ainda sobre os spots, uma coisa que nós percebemos é que às vezes as pessoas colocam spots no gesso e colocam logo embaixo racks que tem prateleiras altas. Isso acaba prejudicando um pouco o efeito da iluminação porque na realidade você não consegue enxergar direito, já que a prateleira está lá no alto. Então, caso seu móvel seja assim, tente analisar se os spots vão realmente dar o efeito esperado. Talvez seja válido procurar colocar iluminação no próprio móvel ou pensar em outra forma de iluminar o ponto que você deseja.

Por fim, o lustre da mesa! Esse a gente pensou bastante. Pensamos em fazer iluminação embutida também, mas depois vimos que esta parte da sala valia receber um destaque maior. Minha dica aqui é, na realidade, a temperatura e a potência das lâmpadas. Acho legal manter branca mesmo porque é importante ter uma boa iluminação na mesa. E sobre a potência, talvez seja mais legal conseguir um lustre que use muitas lâmpadas e aí você usa as de potência mais baixas (60W), por exemplo), do que colocar uma só com uma super potência. No nosso caso, em que o pé direito é baixo, essa foi uma solução legal porque o lustre ilumina bem, mas não agride ou esquenta muito quem está sentado à mesa.

Espero que as ideias ajudem vocês a fazer uma iluminação diferente para dar um punch, como diria Fernando e Jacquin do Master Chef, nos ambientes das casas de vocês!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: